Notícias

Acadêmicos criam grupo de orações no campus

Através da iniciativa dos estudantes, um grupo religioso ganha espaço e adeptos a cada dia no campus da Suprema Juiz de Fora. Conhecido como GOU (Grupo de Oração Universitária), os encontros já vêm ocorrendo desde o último semestre, mais precisamente agosto, sempre abertos a acadêmicos, funcionários e colaboradores.


Com experiência em outros grupos semelhentes, como o Ministério Universidades Renovadas (MUR), as estudantes Joyce Guimarães e Ruthina Zampier, do curso de Medicina, abraçaram a ideia e implantaram o projeto religioso. Com adesão e apoio de vários acadêmicos, as reuniões ganharam repercussão e um lugar na agenda: atualmente os encontros acontecem às quartas-feiras, às 12h15, reunindo cerca de 15 participantes em uma sala cedida pela faculdade.


A Suprema apoia a iniciativa dos estudantes que buscam unir a fé e a razão como um diferencial na formação do profissional. Mesmo o grupo tendo a Igreja Católica como referência, o convite é estendido a todos, independente de crença ou religião.


Integrante do grupo, Thaís Araújo, destaca que, durante as reuniões, percebeu que não deveria estudar “apenas para me formar, mas para me tornar a melhor profissional possível”. Ela acredita que poderá ser uma farmacêutica ainda mais eficiente ouvindo as dificuldades do seu paciente.


Jossielly Rodrigues também partilha da mesma experiência, afirmando que o convite para participar do grupo de oração na Suprema foi como “um presente de Deus. O GOU me ajudou muito no último período”, revela. Ela buscou nas reuniões ajuda para se fortalecer e mudar completamente a sua formação, unindo a fé e a razão ao sonho de levar amor e prosperidade para o mundo inteiro através da Medicina.


Para o outro integrante, Yago Ricardo Pedrosa, nas reuniões ele “divide o fardo” da rotina acadêmica com os colegas. Assim, sente-se mais confiante e atento ao olhar crítico em relação ao cuidado com o próximo, instigado a formar-se um médico “mais justo e humano”.




1 visualização
logobase3.png