Notícias

Novembro Azul: cuidados com a saúde do homem

Em sintonia com as campanhas do Novembro Azul, a Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora - Suprema está realizando uma série de ações educativas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Juiz de Fora. A ideia é conscientizar sobre a saúde do homem e prevenção ao câncer de próstata.


Nove unidades estão funcionando em horário estendido, de 19h às 21h, (confira abaixo) com um médico urologista para a realização do exame de toque retal para aqueles que tiverem indicação. Será feito o exame físico, e, se for necessário, o exame PSA será solicitado de forma complementar. Os homens que apresentarem alterações nos exames serão encaminhamos para avaliação posterior com um urologista.


Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) apontam que o câncer de próstata é a segunda maior causa de morte pela doença em homens no Brasil. São quase 14 mil mortes por ano, e a estimativa do instituto é de que surjam 68 mil novos casos até o final deste ano 2019.


Entre os fatores de risco para a doença estão a idade. No Brasil, a cada dez homens diagnosticados com câncer de próstata, nove têm mais de 55 anos. Aqueles com pais, irmãos que tiveram câncer antes dos 60 anos possuem risco da doença de 3 a 10 vezes mais se comparado à população em geral. A alimentação adequada é outro fator importante na prevenção da doença. De acordo com o urologista Antônio Carlos Tonelli de Toledo, é preciso evitar o excesso de gorduras animais e priorizar fibras e vegetais. Tudo isso porque o sobrepeso, obesidade e sedentarismo são fatores comportamentais de risco para o câncer de próstata. 


O diagnóstico precoce é de extrema importância uma vez que estudos mostram que há redução de 20 a 30% no número de mortes quando comparados a pacientes sintomáticos. Antônio Carlos Tonelli ressalta que é importante esse tipo de consulta para que o homem seja avaliado “de uma maneira rápida para fazer esse diagnóstico precoce e podermos oferecer a ele um tratamento curativo”. Segundo ele, o que faz diferença é o tempo dessa descoberta.


A recomendação da Sociedade Brasileira de Urologia para diagnóstico precoce do câncer de próstata é a de que se houver casos da doença na família, se o homem for negro ou descendente de negro, que faça os exames a partir dos 45 anos. A partir dos 50, os homens devem se submeter a avaliações anuais de toque retal e PSA. O toque retal é um exame clínico em que o médico consegue detectar alterações no tamanho e na consistência da próstata. Já o PSA é uma proteína produzida pela próstata. A dosagem de PSA presente no sangue permite identificar tumores de tamanho reduzido, que tendem a escapar ao toque retal.


Mitos e Verdades

  • O exame de toque retal não altera a sexualidade do homem.

  • Andar de bicicleta não tem correlação com câncer de próstata. O trauma frequente no períneo pode causar elevações transitórias do PSA, mas que não causa a doença.

  • A vasectomia não causa câncer de próstata. A vasectomia interrompe apenas a passagem dos espermatozoides produzidos nos testículos para a uretra. Com isso, nenhum prejuízo para a saúde do homem foi identificado.

  • A alimentação interfere nas chances de desenvolver a doença. Hábitos de vida saudáveis ajudam a controlar as células cancerosas. Uma alimentação rica em gorduras favorece o aparecimento e crescimento do câncer. Portanto, adote hábitos saudáveis: alimente-se com equilíbrio e pratique atividade física regularmente. Controle seu peso, evite fumar e beber em excesso.

  • Apesar de não haver casos na família, não significa que o paciente esteja imune à doença. O histórico familiar apenas aumenta as chances. Por isso a importância de realizar os exames de prevenção.

Veja quadro abaixo e confira os locais.



  • Horário nas UBS: 19h às 21h (chegar até 18:30).

  • O agendamento deve ser feito anteriormente na UBS para homens a partir de 45 anos. 

  • Número de usuários por UBS: 80.

logobase3.png