Notícias

O que você precisa saber sobre o Coronavírus

Atualizado: Out 8

NÂO DÊ CARONA AO CORONA!

  • O que são coronavírus?

Família de vírus que causam desde resfriados comuns até doenças respiratórias mais graves, como a Síndrome Respiratória Aguda Grave  (SARS) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS). O novo coronavírus, que foi descoberto em dezembro de 2019 na China (SARS- CoV-2) é o agente causador da COVID-19.


O "período de incubação" significa o tempo entre a captura do vírus pelo ser humano e o início dos sintomas da doença. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a maioria das estimativas do período de incubação do Covid-19 varia de 2 a 14 dias, geralmente em torno de 7 dias.

  • Quais são os sintomas?

Os sinais e sintomas do coronavírus são principalmente respiratórios, desde um resfriado comum até uma pneumonia grave.

Algumas pessoas infectadas podem ser assintomáticas ou apresentam sintomas leves. Cerca de 80% se recupera da doença sem precisar de tratamento especial. Cerca de 1 em cada 6 pessoas que adoecem pelo COVI-19 podem apresentar a forma grave da doença.

Os principais sintomas conhecidos até o momento são: febre, tosse e dificuldade  para respirar. Alguns podem apresentar cansaço, dores no corpo, congestionamento nasal, dor de garganta ou dor no peito.

Nos casos mais graves, que geralmente ocorrem em pessoas idosas ou portadoras de doenças crônicas, como pressão alta, doenças cardiovasculares, diabetes, doenças respiratórias, insuficiência renal e imunossupressão.

  • Como o coronavírus é transmitido?

O coronavírus pode ser transmitido por gotículas respiratórias expelidas pelo nariz e boca, através de tosse, espirro ou fala de pessoas infectadas.

Outra forma de contágio é pelo contato físico, quando essas gotículas com o vírus alcançam mucosas do olho, nariz e boca por meio de beijos e abraços.

Por meio do contato de superfícies contaminadas, quando essas gotículas com o vírus ficam depositadas em locais como um corrimão ou uma maçaneta, e depois entram em contato com mucosas do olho, nariz e boca.

Qualquer pessoa que tenha contato próximo (cerca de 1m) com alguém com sintomas respiratórios está em risco de ser exposta à infecção.

É importante observar que a disseminação de pessoa para pessoa pode ocorrer de forma continuada.

  • O coronavírus pode ser transmitido por pacientes assintomáticos?

Evidencias demostram que o novo coronavírus pode ser  transmitido por indivíduos que não apresentem os sintomas, o que é chamado de caso assintomático. Entretanto, a carga viral é menor e o potencial de contágio, também. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o modo de contágio mais comum é por meio de pacientes que apresentam os sintomas de Covid-19.

  • O que é transmissão local, comunitária ou sustentada do coronavírus?

Transmissão local: São casos de pessoas que se infectaram com Covid-19, não estiveram em nenhum país com registro da doença, mas tiveram contato com outro paciente infectado, que trouxe o vírus de fora do país.

Transmissão sustentada ou comunitária: São casos de transmissão do vírus entre a população – um paciente infectado que não esteve nos países com registro da doença transmite a doença para outra pessoa, que também não viajou.

  • Como é feito o diagnóstico do coronavírus?

O diagnóstico é feito com a coleta de materiais respiratórios. É necessária a coleta de duas amostras na suspeita da doença. As amostras serão encaminhadas para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) para realização de exames de biologia molecular para detecção do RNA viral.

Os casos graves devem ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária de Saúde e instituídas medidas de precaução e isolamento domiciliar.

  • Como é feito o tratamento do coronavírus?

Não existe vacina ou tratamento específico para infecções causadas por coronavírus. É indicado repouso e consumo de bastante água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas, conforme cada caso, como, por exemplo:

Uso de medicamento para dor e febre (antitérmicos e analgésicos), exceto ibuprofeno.

Uso de umidificador no quarto ou tomar banho quente para auxiliar no alívio da dor de garanta e tosse.

  • Quando devo fazer uso da máscara?

A máscara deve ser utilizada durante todo o momento em que houver contato social. As máscaras são eficazes quando usadas em combinação com a limpeza frequente das mãos com água, sabão ou higienizadas com álcool gel 70%.

  • Como se prevenir contra o coronavírus?

Para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, as recomendações de prevenção e etiqueta respiratória são:

- Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabonete, usar álcool em gel 70%.

- Uso de máscara de tecido ou pano.

- Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

- Evitar contato próximo com pessoas doentes.

- Ficar em casa quando estiver doente.

- Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.

- Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

- Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscaras cirúrgicas ou N95, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

- Não fazer compartilhamento de itens pessoais, como talheres e toalhas. Também é recomendável manter a uma distância mínima de um metro de pessoas que estejam espirrando ou tossindo.

- Infectologistas recomendam o distanciamento social para conter o avanço da doença.

Fonte:

Ministério da Saúde

Professor e Médico Infectologista Marcos de Assis Moura.

logobase3.png